sexta-feira, janeiro 25, 2008

Como morrer lentamente em Portugal

Rir é sempre o melhor remédio, mas há situações que não tem graça nenhuma, se pensarmos que estamos no século xxl!
Todos sabemos que o Portugal profundo, ainda é muito mas muito profundo, e que existe uma grande diferença entre esse Portugal e o Portugal que nós vivemos!
Não vou entrar na politica do encerramento de centros de saúde e hospitais, não vou entrar na guerra entre Ministério da Saúde, INEM e Bombeiros, mas tenho que deixar uma pergunta de reflexão, Não somos todos Portugueses! Não temos todos, o direito a uma assistência médica rápida e eficiente.
Se não viram assistam a estes dois vídeos e tirem as vossas conclusões.




Continuação.....



Agora imaginem se o homem estivesse vivo, a precisar de assistência urgente!
Morrer lentamente em Portugal

2 comentários:

xanata disse...

isto não sei se dá para rir ou chorar :/
que horror.. nem imagino a aflição das pessoas à espera que lá chegasse alguem!

Ligia disse...

Parabéns pelos poemas kra, tipo, Palavras vazias de sentimento, Incompletamente completo, saum mto bons