quarta-feira, dezembro 29, 2010

martinho e zeca



terça-feira, dezembro 28, 2010

Não sei quantas almas tenho.

Não sei quantas almas tenho.

Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem achei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem,
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: "fui eu?"
Deus sabe, porque o escreveu.

Fernando Pessoa

Sou um guardador de rebanhos.

O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.

Pensar numa flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.

Por isso quando num dia de calor
Me sinto triste de gozá-lo tanto,
E me deito ao comprido na erva,
E fecho os olhos quentes,
Sinto todo o meu corpo deitado na realidade,
Sei da verdade e sou feliz.

Alberto Caeiro

É talvez o último dia da minha vida.

"É talvez o último dia da minha vida.
Saudei o Sol, levantando a mão direita,
Mas não o saudei, dizendo-lhe adeus,
Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada."

Alberto Caeiro

Fácil de entender

segunda-feira, dezembro 27, 2010

Tenho escrito pouco...

Tenho escrito pouco….ou melhor tenho escrito poucos post para este espaço! Não que não tenha vontade, o tempo é que estes dias tem sido pouco, mas principalmente não há muitos temas sobre o qual me apeteça escrever!

È impressão minha ou vocês também sentem que o mundo pelos dias de hoje deixou de ser novidade, deixou de ser tema de interesse!

Somos cada vez menos crentes, e os utópicos que ainda mantêm, provavelmente teimosamente as suas crenças, só se magoam com elas, mas se não houvesse quem acreditasse, o improvável deixaria de acontecer, por isso prefiro juntar-me aos utópicos, e pensar que impossíveis acontecem.

Nesta “Tuga”, a beira mar plantada, vivemos ao sabor de ventos exteriores, somos cada vez menos donos de nós mesmos, alienamos a nossa alma e bolsa, aos Obamas, Angela´s Merkel, Sarkozy´s, aos sabores de uma comunidade ao qual nos juntamos á mais de 20 anos e que garantiu progresso, a factura vamo-la pagar agora com juros demasiados altos para a nossa produção! Alienamo-nos aos dólares Angolanos, qualquer dia e a este ritmo, todos os grandes investimentos nacionais terão dedo preto encarnado e amarelo das cores da bandeira da nossa irmã Angola, ou encarnada e amarelo da "nuestros irmanos" aqui do lado!

Não tenho muito tempo para me sentar á frente da televisão á hora dos grande noticiários, mas certamente não terão mudado muito o seu vocabulário, a já famosa “crise”, já senhora adulta e crescida já casada que gerou o seu rebento “plano de austeridade”, que grande parte do “tuga” não entende muito bem o que é, mas percebe que esse dito plano lhe vai ao bolso mensalmente, deixando de ter menos dinheiro para poder satisfazer os 3 F que movem este “rectângulo” vermelho e verde, Futebol, Fado e Fátima! Futebol, como país apaixonado que somos pelo jogo, e que os políticos sabendo disso, aproveitam para anunciar as medidas mais duras para a população em dias e horas as que jogam os reis (ou REI) do burgo, está a dar bola, está tudo a ver, nem vão reparar! Pimba, mais uma paulada que o coelho ainda mexe! Fado porque comemos, calamos e ainda vamos cantado essa musica que marca a triste sina do povo Português, tristeza a que já nos habituamos e que só o verão com os seus raios de sol, fazem desaparecer durante poucos meses do ano!
E Fátima aqui como símbolo da Igreja! Uma Igreja em quem cada vez menos acreditam, (não só em Portugal, mas no mundo em geral), e nem vale a pena estar a explicar os porquês! No inicio falei de crença, mas certamente não é era á igreja que me estava a referir!
Também poderia ser Fátima como um dos poucos destinos turisticos, para o nosso bolso, qualquer dia, será mesmo para ai que serão marcadas as férias da maioria da população!

O engraçado disto tudo é que quando comecei a escrever apenas vos dizer que andava a escrever pouco!

Ps: não me preocupei muito em organiza-lo, publiquei como saiu....

domingo, dezembro 26, 2010

antigo mas sempre actual...

CITY OF ANGELS - IRIS - GOO GOO DOLLS

sexta-feira, dezembro 24, 2010

Fame remake

da minha infância, ficou a serie...o remake da banda sonora não ficou nada mau....

quinta-feira, dezembro 23, 2010

AUREA



Bem vindo Jayden



19 de Dezembro 2010, Londres / 9:55am /3.34kg  53cm!

Blogtwitter 26 - é natal ou carnaval

Não vejo diferenças entre o natal e o carnaval! No Carnaval as pessoas mascaram o corpo, no natal mascara-se o cinismo e a hipocrisia!

quarta-feira, dezembro 22, 2010

E ao anoitecer

"e ao anoitecer adquires nome de ilha ou de vulcão
deixas viver sobre a pele uma criança de lume
e na fria lava da noite ensinas ao corpo
a paciência o amor o abandono das palavras
o silêncio
e a difícil arte da melancolia"

Al Berto

Whitney Houston

Não era grande actriz, mas como cantora abriu portas a algumas meninas que estão agora no mercado! Grande voz e hoje deu-me para a recordar



Blogtwitter 25

O barulho do silêncio!

Maria Bethania - Grito de alerta



Primeiro você me azucrina, me entorta a cabeça
Me bota na boca um gosto amargo de fel
Depois vem chorando desculpas, assim meio pedindo
Querendo ganhar um bocado de mel
Não vê que então eu me rasgo
Engasgo, engulo, reflito, estendo a mão
E assim nossa vida é um rio secando
As pedras cortando, e eu vou perguntando: até quando?
São tantas coisinhas miúdas, roendo, comendo
Arrasando aos poucos o nosso ideal
São frases perdidas num mundo de gritos e gestos


Num jogo de culpa que faz tanto mal
Não quero a razão pois eu sei o quanto estou errada
O quanto já fiz destruir
Só sinto no ar o momento em que o copo está cheio
E que já não dá mais pra engolir


* Veja bem, nosso caso é uma porta entreaberta
Eu busquei a palavra mais certa
Vê se entende o meu grito de alerta
Veja bem, é o amor agitando meu coração
Há um lado carente dizendo que sim
E essa vida da gente dizendo que não

Alicia Keys - Sleeping With A Broken Heart

diz o povo que....

"quem semeia ventos, colhe tempestades"

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Louis Armstrong - When You're Smiling

Dedicado ao mais novo membro...Jayden bem vindo!


sexta-feira, dezembro 17, 2010

Como seria noticiada hoje em Portugal

"a história do Capuchinho Vermelho...

Na TV portuguesa:

telejornal - rtp1

"Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem... mas a actuação de um caçador evitou uma tragédia"


JORNAL DA NOITE - SIC

"Vamos agora dar-lhe conta de uma notícia de última hora. Uma menina foi literalmente engolida por um lobo quando se dirigia para casa da sua avó! Esta é uma história aterradora mas com um final feliz... o Sr. telespectador não vai acreditar mas, esta linda criança foi retirada viva da barriga do lobo! Simplesmente genial!"


JORNAL NACIONAL - TVI

"... onde vamos parar, onde estão as autoridades deste país?! A menina ia sozinha para a casa da avó a pé! Não existe transporte público naquela zona? Onde está a família desta menina? E a Comissão de Protecção de Menores? Tragicamente esta criança foi devorada viva por um lobo. Em épocas de crise, até os lobos, animais em vias de extinção, resolvem aparecer?? Isto é uma lambada na cara da actual governação portuguesa."

Na imprensa portuguesa:

CORREIO DA MANHÃ

"Governo envolvido no escândalo do Lobo"

JORNAL DE NOTICIAS

"Como chegar à casa da avozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho"

Revista MARIA

"Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama"

LUX

"Na cama com o lobo e a avó"

EXPRESSO

Legenda da foto: "Capuchinho, à direita, aperta a mão do seu salvador".

Na reportagem, caixa com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Capuchinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.

PÚBLICO

"Lobo que devorou Capuchinho Vermelho seria filiado no PS"

O PRIMEIRO DE JANEIRO

"Sangue e tragédia na casa da avozinha"

CARAS

Ensaio fotográfico com Capuchinho na semana seguinte:

Na banheira de hidromassagem, Capuchinho fala à CARAS: "Até ser devorada, eu não dava valor à vida. Hoje sou outra pessoa."

MAXMEN

Ensaio fotográfico no mês seguinte:

"Veja o que só o lobo viu"

SOL

"Gravações revelam que lobo foi assessor político de grande influência"

Protestos em Itália contra Berlusconi

Fotos da batalha campal de protesto contra o governo de Berlusconi

http://www.elpais.com/fotogaleria/Protestas/Italia/elpgal/20101214elpepuint_1/Zes/1

Falha minha de Ontem

R.I.P. Carlos Pinto Coelho, voz da minha infância!

Este país (não) é para corruptos

"Este país não é para corruptos

Em Portugal, há que ser especialmente talentoso para corromper. Não é corrupto quem quer

... Que Portugal é um país livre de corrupção sabe toda a gente que tenha lido a notícia da absolvição de Domingos Névoa. O tribunal deu como provado que o arguido tinha oferecido 200 mil euros para que um titular de cargo político lhe fizesse um favor, mas absolveu-o por considerar que o político não tinha os poderes necessários para responder ao pedido. Ou seja, foi oferecido um suborno, mas a um destinatário inadequado. E, para o tribunal, quem tenta corromper a pessoa errada não é corrupto- é só parvo. A sentença, infelizmente, não esclarece se o raciocínio é válido para outros crimes: se, por exemplo, quem tenta assassinar a pessoa errada não é assassino, mas apenas incompetente; ou se quem tenta assaltar o banco errado não é ladrão, mas sim distraído. Neste último caso a prática de irregularidades é extraordinariamente difícil, uma vez que mesmo quem assalta o banco certo só é ladrão se não for administrador.

O hipotético suborno de Domingos Névoa estava ferido de irregularidade, e por isso não podia aspirar a receber o nobre título de suborno. O que se passou foi, no fundo, uma ilegalidade ilegal. O que, surpreendentemente, é legal. Significa isto que, em Portugal, há que ser especialmente talentoso para corromper. Não é corrupto quem quer. É preciso saber fazer as coisas bem feitas e seguir a tramitação apropriada. Não é acto que se pratique à balda, caso contrário o tribunal rejeita as pretensões do candidato. "Tenha paciência", dizem os juízes. "Tente outra vez. Isto não é corrupção que se apresente."

quinta-feira, dezembro 16, 2010

ciganos d´ouro

Hoje temos.....




quarta-feira, dezembro 15, 2010

"Procura-se um amigo"

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.

VINICIUS DE MORAES

Qualidade de vida? Como, Onde e quando!!!

Num passado não muito recente, cresci com a ideia, de ter um trabalho, que me pudesse pagar, as contas de uma vida adulta! Era assim que via os adultos quando eu ainda era criança! Pessoas que tinham apenas um trabalho de 8 horas diárias, fim do qual se dirigiam para suas casas para fazer o que lhes desse na real gana!
Á medida que fui crescendo mais pessoas ouvia a falarem de terem que ter um part time nocturno para porem cobro ás suas despesas diárias! Iniciava-se a era de que ter um trabalho que desse um ordenado ao fim do mês passava a ser considerado um bênção, a lista de nomes no fundo de desemprego, aumentava de dia para dia.
Hoje começa a contar-se os Portugueses que não tem um part time, um extra para além do emprego de 8 ou mais horas diárias!
Tugas que depois dos seus empregos??? Ainda vão fazer uma horitas aqui ou ali!
Esta definitivamente aberta a era dos dois empregos conjugados para se tentar trazer mais alguns euros para casa. Por aqui agora começa a ser assim dois ou nenhum!
Começa a escassear o meio termo!
Qualidade de vida? Como, Onde e quando!!! Mundo seculo XXl

Ps: Desculpem se o texto não esta muito estruturado, foi assim que saiu, e assim deixei...era mesmo só um desabafo!

Mariza - Beijo de Saudade

Hachi

Em alternativa aos habituais filmes de natal, que todos os anos passam na nossa tv! Baseada em factos verídicos!

Rui Veloso feat. Mariza

terça-feira, dezembro 14, 2010

Um pedido....

Não sei o que fazer com o destino!
Aliás estou de costas voltadas para ele, irritado mesmo!
Mas a cada gesto, cada decisão, lá esta ele persistente!
O destino tira-nos e dá-nos pessoas especiais, algumas que pensávamos serem eternamente especiais, deixam de ser, outras que pouca a nenhuma importância damos á sua chegada, e vão ficando, tornando-se especiais!
Irrito-me com o destino a cada pessoa especial que vejo partir, custa-me viver com a saudade que deixam!
Mas alegro-me que o mesmo destino te mantenha perto de mim á tantos anos!
Alegra-me ajudar-te a levantar quando cais, alegra-me saber que me limpas as lágrimas sem me julgar, quando erro!
Alegra-me saborear contigo, doces e inocentes gargalhadas, num destino que sabemos incerto! Mas ao qual quero juntar o verde da esperança e o rosa da paixão! Tendo a esperança de te ter sempre comigo, partilhando essa tua forma apaixonada de viver!

Ps: um pedido de uma amiga....beijo Cris M.

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Adeus não....até já

Ontem tivemos a confirmação oficial da noticia que alguns á algum tempo sabiam! O fim da banda que nasceu e cresceu do lado certo do Cristo Rei!
17 anos, muitos concertos, muita estrada, muitos histórias, muitas amizades, nada isso desaparece!
Mandei uma mensagem ao Pac e ao Jay, onde apenas lhes disse que seja qual foi o projecto….estaremos lá!
Um dia eles voltarão a se juntar nem que seja para um único concerto para nos recordar!
E quase que aposto que abre com este som

Blogtwitter 24

"Não fiz o melhor, mas fiz tudo para que o melhor fosse feito. Não sou o que deveria ser, mas não sou o que era antes"


Martin Luther King

quinta-feira, dezembro 09, 2010

blogtwitter 23

Tenho saudades de mim mesmo!

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Blogtwitter 22

Será que vale a pena? "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

sexta-feira, dezembro 03, 2010

MISIA - Triste Sina



Mar de mágoas sem marés / Onde não há sinal de qualquer porto / De lés a lés o céu é cor de cinza / E o mundo


desconforto / No quadrante deste mar que vai rasgando / Horizontes sempre iguais à minha frente / Há um sonho

agonizando / Lentamente, tristemente / Mãos e braços para quê / E para quê os meus cinco sentidos / Se a gente não

se abraça não se vê / Ambos perdidos / Nau da vida que me leva / Naufragando em mar de trevas / Com meus sonhos

de menina / Triste sina / Pelas rochas se quebrou / E se perdeu a onda deste sonho / Depois ficou uma franja de

espuma / A desfazer-se em bruma / No meu jeito de sorrir ficou vincada / A tristeza de por ti não ser beijada / Meu

senhor de todo o sempre / Sendo tudo não és nada.

quinta-feira, dezembro 02, 2010

Nas nossas ruas ao anoitecer

"Nas nossas ruas, ao anoitecer,
Há tal soturnidade, há tal melancolia,
Que as sombras, o bulício, o Tejo, a maresia
Despertam-me um desejo absurdo de sofrer"


Cesário Verde

oficio de amor

 Já não necessito de ti
Tenho a companhia nocturna dos animais e a peste
Tenho o grão doente das cidades erguidas no princípio
De outras galáxias, e o remorso.....

.....um dia pressenti a música estelar das pedras
abandonei-me ao silencio.....
é lentíssimo este amor progredindo com o bater do coração
não, não preciso mais de mim
possuo a doença dos espaços incomensuráveis
e os secretos poços dos nómadas

ascendo ao conhecimento pleno do meu deserto
deixei de estar disponível, perdoa-me
se cultivo regularmente a saudade do meu próprio corpo.

Al Berto

Há-de flutuar uma cidade

há-de flutuar uma cidade no crepúscolo da vida
pensava eu... como seriam felizes as mulheres
à beira mar debruçadas para a luz caiada
remendando o pano das velas espiando o mar
e a longitude do amor embarcado

por vezes
uma gaivota pousava nas águas
outras era o sol que cegava
e um dardo de sangue alastrava pelo linho da noite
os dias lentíssimos... sem ninguém

e nunca me disseram o nome daquele oceano
esperei sentada à porta... dantes escrevia cartas
punha-me a olhar a risca de mar ao fundo da rua
assim envelheci... acreditando que algum homem ao passar
se espantasse com a minha solidão

(anos mais tarde, recordo agora, cresceu-me uma pérola no coração. mas estou só, muito só, não tenho a quem a deixar.)

um dia houve
que nunca mais avistei cidades crepusculares
e os barcos deixaram de fazer escala à minha porta
inclino-me de novo para o pano deste século
recomeço a bordar ou a dormir
tanto faz
sempre tive dúvidas que alguma vez me visite a felicidade
 
Al Berto

Blogtwitter 21

"Não há nenhuma árvore que o vento não tenha sacudido"

sonho impossivel

segunda-feira, novembro 29, 2010

Dizem que a paixão o conheceu

dizem que a paixão o conheceu
mas hoje vive escondido nuns óculos escuros
senta-se no estremecer da noite enumera
o que lhe sobejou do adolescente rosto
turvo pela ligeira náusea da velhice


conhece a solidão de quem permanece acordado
quase sempre estendido ao lado do sono
pressente o suave esvoaçar da idade
ergue-se para o espelho
que lhe devolve um sorriso tamanho do medo


dizem que vive na transparência do sonho
à beira-mar envelheceu vagarosamente
sem que nenhuma ternura nenhuma alegria
nenhum ofício cantante
o tenha convencido a permanecer entre os vivos

Al Berto

linha da vida

Quando nascemos, são os mais velhos que cuidam de nós! Nos alimentam, que optam, que decidem por nós. À medida que vamos crescendo, essa dependência vai-se diluindo, até que é chegada a hora de sermos nós a gerar e a cuidar, de mais novos que nós e mais velhos que nós. Nossos filhos, nossos educandos, nossos pais, nossos avós!


A vida segue e anos mais tarde, são os mais novos que passam a cuidar de nós.

Penso nisto tudo, quando vejo a alegria, dos idosos quando alguém mais novos lhe dedica parte da sua atenção, se esforça para que ainda consiga atingir um fim.

Eles já cuidaram, agora são cuidados, é a linha da vida, mas basta que acreditemos que ainda são capazes, que eles darão a sua resposta mais capaz, e atingem o seu objectivo. Ser ainda capaz de algo, não só de deixar correr o tempo á espera que o adeus chegue!

quarta-feira, novembro 24, 2010

Grave de raiva

Por estes dias Portugal É um país triste! O povo esta liso de guita, preocupado porque não sabe quando voltara a não estar, o povo esta triste porque acabou o Verão e no Verão apesar de lisos de guita, sempre há boas noites, quentes, que nos permitem andar de chinelo e pouca roupa até tarde! O povo esta F***** porque o governo aumentou os impostos e reduziu ordenados. Greve! Paralisação de toda a função publica.


Hoje temos “dia de raiva” do povo tuga, temos greve. Bora tugas vamos lá…..

terça-feira, novembro 23, 2010

só 2 dias

Os Blindados e as munições adquiridos, para a segurança da cimeira da NATO chegaram ontem, apenas e só dois dias após o final da mesma!

Não me surpreende, o atraso, surpreende-me sim terem sido só dois dias de atraso, vejo isso como um sinal de evolução!

Quer dizer que estamos quase a fazer as coisas no timing certo!

"sempre tive dúvidas que alguma vez me visite a felicidade"


Al Berto

Blogtwitter 20

"dizem que a paixão o conheceu
mas hoje vive escondido nuns óculos escuros"

Al Berto

segunda-feira, novembro 22, 2010

blogtwitter 19

"a memória é como um cão que se deita onde quer"

não digo adeus, digo até já!

Era o meu último dia! Cheguei tentando disfarçar a tristeza que trazia no coração, sabia que ia partir. Que ia deixar aquele local, aquelas gentes que aprendera a gostar de ver diariamente, e que ia deixar. No meio de tudo isso, duas pessoas que tinham ganho o meu carinho, admiração e respeito! Tu e a A.! Tentei que fosse um dia, alegre, queria deixar boas recordações daquele dia, senti que as nossas meninas estavam tristes por me ir embora, senti que a A., estava muito triste com a minha partida. Num dos momentos, pouco tempo depois de partirmos o bolo, surpreendi-te sentada, num dos computadores do espaço @ kid, olhamo-nos e deixas-te cair uma lágrima, como que dizendo, vou sentir a tua falta, mas fico feliz que vás. Abracei-te com o olhar e com o mesmo olhar disse-te entendi. Lembras-te desse momento? Poucos minutos depois sai daquele espaço, dizendo, não digo adeus, mas um ate já, levando, todos no pensamento, mas a ti em especial!
Anos mais tarde realizamos o que por diversos motivos naquele tempo adiamos!
Não disse adeus, disse ate já!
não digo adeus, digo até já!
Amo-te para onde o destino te levar...

Belief - Gavin DeGraw

Blogtwitter 18

Não! não acabou...apenas estive num intervalo

segunda-feira, novembro 08, 2010

Finalmente entendi....

Esta é a segunda carta que escrevo desde que partiste. Hoje não te quero falar de sentimentos, não te quero falar do que sinto.
Hoje quero-te dizer que aproveitei este tempo para pensar, sobre o que te levou a querer fazer essa tal viajem!
Hoje com a frieza da distancia, entendo que antes de a resolver fazer, foste-me dando sinais que tal poderia acontecer, pequenos sinais, pequenos alertas que eu pela cegueira nos meus problemas, pela focalização no meu EU, me retiraram a capacidade de entender que também estavas sofrer e que estavas quase no limite das tuas forcas.

Hoje também entendo outros teus medos, receios, não os vou enumerar todos, talvez só um. Nunca deixaria de estar ao teu lado, no momento que gerasses uma vida, nunca deixaria de agarrar na tua mão nesse momento único. Nunca seria ausente, nem que tivesse que abdicar de coisas importantes para mim, ausente nunca, sei bem o gosto amargo desse sentimento. Nunca tive duvidas disso.

Não posso apagar essas minhas falhas, e já não fui a tempo de evitar a tua partida, mas vou sempre a tempo de te disser que infelizmente, só agora as entendi, para que o saibas.
Agora compreendo , entendo, aceito e principalmente respeito a tua decisão.
Como te disse hoje não vou falar de sentimento, ambos sabemos quais são e quanto intensos são!
Só quero que saibas que estou bem...e já caminho, esse é o primeiro passo para se seguir em frente.
Continuacao de boa viajem...
…. para onde o destino te levar...


Blogtwitter 17

A cuidar do meu jardim (EU)

Blogtwitter 16

Nunca mais terei medo em gritar por ajuda, fraco é quem não o faz

sábado, novembro 06, 2010

blogtwitter 16

bom dia aos que gostam de mim, bom dia aos querem estar comigo, bom dia mundo...bom dia vida...

sexta-feira, novembro 05, 2010

Blogtwitter 15

Brinca-se com e aos afectos

quinta-feira, novembro 04, 2010

Blogtwitter 14

"Se sentires saudades...Procura!
Se sentires vontade...Faz!
Se sentires medo...Luta!
Se perderes...esquece é porque nunca foi teu!
Se gostares...vive...
a vitória não é para quem quer, é para quem insiste e não desiste!"

Blogtwitter 13

Às vezes precisamos de ouvir uma quantas palavras rudes e duras...resultam muito melhor que as doces e simpáticas...

quarta-feira, novembro 03, 2010

Ainda assim quero ter um coração....

Um dia quiseram-me fazer acreditar que tinha um coração, um coração grande e bonito, quando eu sabia que nesse lugar tinha uma pedra tão grande como fria. Quiseram por que quiseram, disseram porque disseram que eu tinha um coração, e cada vez mais eu começava a acreditar que tinha esse coração, um coração capaz de sentir, capaz de amar! E quanto mais me repetiam, mais eu começava a acreditar, mais eu o começava a sentir o seu bater dentro de mim, batia forte, enorme como, Um cavalo de corrida, solto, até que deixaram de me querer fazer acreditar, deixaram de me querer fazer sentir que tinha um coração no lugar desta pedra, cansaram-se de acreditar que a pedra podia virar coração, e eu fiquei com a pedra, a pedra que não sente, a pedra que não chora, a pedra que não se ilude, mas que também não se desilude. Pedra que não ama. Ainda assim quero ter um coração!

1ª Carta

Esta é a primeira carta que te escrevo desde que partiste,

E é claro que tenho saudades!

Mas agarro-me á promessa que te fiz, de te deixar partir, de te deixar fazer a “viagem”, que dizias ter necessidade de fazer. A Viagem ao interior do teu eu. Quis te acompanhar, foi-me difícil aceitar que a fizesses sozinha, tinha medo que te perdesses, aliás, confesso que ainda tenho, tenho medo que não consigas reencontrar o caminho que te possa trazer de volta!

Pediste-me, convenceste-me a deixar-te faze-la sozinha, dizendo que só assim poderia ser possível saberes,que só assim seria em paz!

Tempo! O tempo nunca é demais para quem espera por quem ama, e essa viagem espero que não seja eterna.

Continuo imaginariamente a deixar-te bilhetes de bom dia, na tua mesa da sala, para leres, de forma a acordares bem disposta e enfrentares o longo dia da tua jornada.

Á noite continuo a perguntar como foi o teu dia, esperando que me fales da Dona O., da F., da L, do B e é claro dos miúdos, principalmente do bébé!

É claro que tenho vontade de te ver, sossego essa vontade olhando para as nossas fotos, recordando a primeira vez que te vi, na varanda vestida de branco, é claro que sinto falta da tua voz, acalmo essa necessidade, recordando as nossas conversas tontas, e inclusive as mais sérias. É claro que desejo o teu corpo, desejo toca-lo, beija-lo, satisfaze-lo, e quando assim é, refugio-me na recordação da forma intensa como o fazíamos. Recordo os gemidos de prazer que inundavam o quarto, confundindo-se momentaneamente com as musicas que por vezes tocavam. Haverá algo mais belo que tu própria nua? Não, não há!

Mas principalmente tenho saudades de ti, do teu ser

É a isto tudo que me agarro, para cumprir a promessa que te fiz.

Sabes amor, voltei a sorrir, e voltei a sorrir porque simplesmente tenho a capacidade de amar...e amar e amar-te deve ser motivo de alegria não de dor!

Só por isso, devo-te dizer que estou emocionalmente bem…

Termino como me despedi de ti, quando inicias-te a “viagem”, para que leves no pensamento, AMO-TE, para onde o destino te levar!

terça-feira, novembro 02, 2010

Blogtwitter 12

Quando a gente pensa que sabe todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas.

Blogtwitter 11

Pausa na escrita...até voltar a ter vontade...até já....

sexta-feira, outubro 29, 2010

para o fim de semana

Tenham um bom fim de semana e aproveitem para fazer tudo o que não podem fazer durante a semana

Blogtwitter 10

"Madrinha" - Gosto tanto de descobrir, pessoas simples e puras...

Blogtwitter 9

Vem ai o "general" inverno

quinta-feira, outubro 28, 2010

Deus faz 50 anos

Deus faz 50 anos, e Pablito Aimar falou dele....sem palavras

Blogtwitter 8 - Aniversários

Parabéns mana, a prenda está quase a chegar, Dezembro está quase ai! já sabes o que é?
Parabens C, espero que estejas bem, isso é que importa!

"É preciso muita coragem e força de vontade para se ser, para se dizer e fazer"

quarta-feira, outubro 27, 2010

Seal - Secret

terça-feira, outubro 26, 2010

Sou rico na minha pobreza

É quando a noite cai, quando me deito no leito, que mais sinto a tua ausência! Que a dor de não ter o teu calor, a aquecer-me a noite fria, é maior!O telefone que não toca, com a mensagem desejada, com a voz esperada, o mail com as letras, de estou pronta, de quero!De quero continuar a nossa história, de quero-te para mim!Sou pobre, tu sabes, a minha pobreza não me permite, comprar as mais lindas flores, não me permite levar-te aos mais belos lugares, aos mais caros restaurantes, aos lugares da moda! Da minha pobreza, sobra a riqueza de te ter tido um dia, a minha riqueza são os momentos que partilhamos juntos, os sorrisos tontos de conversas ainda mais tontas, a minha riqueza são os "meus", nos quais tu te incluis, a minha riqueza é o amor que sinto e tenho para te dar!Abre o teu coração, ao quase nada que tenho para te oferecer, mas que é a minha riqueza, a riqueza do meu amor por ti....

domingo, outubro 24, 2010

Nicholas Sparks

"Por vezes a minha dor é esmagadora, e embora compreenda que nunca mais nos voltaremos a ver, há uma parte de mim que quer agarrar-se a ti para sempre. Seria mais fácil para mim fazer isso porque amar outra pessoa pode diminuir as recordações que tenho de ti. No entanto, este é o paradoxo: Embora sinta muitíssimo a tua falta, é por tua causa que não temo o futuro. Porque foste capaz de te apaixonar por mim, deste-me esperança, minha querida. Ensinaste-me que é possível seguir em frente com as nossas vidas, por mais terrível que tenha sido a nossa dor. E à tua maneira, fizeste-me acreditar que o verdadeiro amor não pode ser negado"

Nicholas Sparks

quinta-feira, outubro 21, 2010

Como vai você...

Medos by Marco Faleiro

"Se os tenho?! Os medos são muitos e... Ai! Não sei até que ponto me consumirão e qual a importância que cada um deles pode assumir. Só desejo que os medos que tenho comigo não se reúnam em torno da minha pessoa para me cercarem até me deixarem de rastos, fruto do cansaço da luta contra os medos.

Inevitavelmente, tenho um medo, e outro, e outro e ainda mais outro... Bem vistas as coisas, tenho muitos medos. Há dias em que nos pomos a pensar em tudo e mais alguma coisa. Nesses dias damos asas para voar a vários processos criativos de criação de medos.

Ligações humanas, o despoletar da ambição. Tenho tanto medo dela... Por vezes é desmedida e vai sempre de encontro à natureza do Homem. Nunca estamos felizes e ambicionamos sempre, sempre conseguir chegar mais além. Atingir vários objectivos só pelo simples prazer de os atingir... Chegar a um fim sem olhar aos métodos de execução para olhar em frente e poder dizer que se atingiu uma meta, para se poder dizer «Consegui!».

Valente é o medo que tenho da cobiça. Um medo que existe em mim por não gostar de perder... Por não gostar de ver o que é meu ser cobiçado. Medo da cobiça ambiciosa, ou da ambição cobiçante, ao ver a ambição de alguém a tornar-se em cobiça, querendo conquistar algo que não lhe pertence nem pode pertencer.

Imaginem o que seríamos sem o medo de perder... Medo de não conseguir ganhar. É um medo comum e só existe para que possamos dar valor às conquistas que vamos fazendo ou simplesmente a algo ou a alguém que sempre fez parte do nosso quotidiano. Valorizando a vitória evitamos a derrota e valorizando as presenças de sempre estaremos a dedicar-lhes o nosso bem-querer... Pensando na possibilidade de derrota valorizamos a vitória e ao fazê-lo talvez consigamos, mais eficazmente, afastar os fantasmas provenientes dos processos criativos de quem não tem mais nada em que pensar.

A infelicidade também causa medo?! Esse é muito grande... Nem quero falar disso! Só de saber que anda sempre de mãos dadas com o medo da tristeza...

Um dia, quando não tiver medos, ponho-me a pensar e a criar (parvoíces)..."

AMO-TE, para onde o destino te levar!

Não sou nem nunca serei o homem que imaginas ao teu lado, mas amo-te, não partilho de alguns dos teus gostos, mas amo-te, errei contigo mas tive sempre coragem de o admitir, porque te amo, podia dizer mais uma serie de coisas, mas sinto que não vale a pena, sinto que partiste! Sempre demos esse espaço um ao outro, não o vou desrespeitar! Mas sinto que vale a pena gritar enquanto partes, para que o leves no pensamento, AMO-TE, para onde o destino te levar!

Uma relacão em musicas de Maria bethania

“O meu jeito estúpido de te amar”, que infelizmente fez-lhe “fera ferida”, mas amor, “sonho meu” é consigo ter uma “Casinha Branca”, porque o “doce mistério da vida” “é o amor” e “eu preciso de você”. Resta-me a “oração do tempo”, para que ele lhe traga de volta, e juntos possamos “tocar em frente” e saibamos sempre “onde estará o meu amor”!
“Negue”, negue que ainda me ama, “olhos nos olhos”, negue que seu coração ainda é meu… “Outra Vez”, são apenas "detalhes"

sexta-feira, outubro 15, 2010

Blogtwitter 7

Esforço financeiro para os contribuintes, e cortes nas despesas publicas não?

quinta-feira, outubro 14, 2010

Blogtwitter 6

Viva os 33....salvos....foram bravos rapazes!
ps: estou todo arrebentado...."cansa ser, sentir doi, pensar destroi"

quarta-feira, outubro 13, 2010

"Mais um Conselho"

“Pega no telefone e liga-lhe, não tens nada a perder. Diz-lhe que tens saudades dele, que ninguém te faz tão feliz, que os teus dias são secos, frios e áridos, como um deserto imenso, sem oásis nem miragens, sempre que não estão juntos. Pega no telefone e liga-lhe. Se ele não atender, deixa-lhe uma mensagem. Ou então escreve-lhe um sms a dizer que queres estar com ele. Não te alongues nem elabores, os homens nunca percebem o que queres deixar cair nas entrelinhas. Tens de ser clara, directa e incisiva. E não podes ter medo, porque o medo é o maior inimigo do amor. Cada vez que deixares o medo entrar-te nas tuas veias, ele vai gelar-te o sangue e paralisar-te os nervos, ficas transformada numa estátua de sal e morres por dentro. A vida é uma incógnita, hoje estás aqui, amanhã podes ficar doente, ou cair-te um piano em cima quando fores a andar na rua. Ainda há pessoas que atiram pianos pela janela, sabias? Nunca se sabe como será o dia de amanhã, por isso não percas tempo e pega no telefone e liga-lhe. Tenho a certeza que ele te vai ouvir, tenho a certeza que ele te vai ajudar, tenho a certeza que ele, à sua maneira - e é tão estranha a forma como os homens gostam de nós - ainda gosta de ti. Mesmo que já não te ame, ainda gosta de ti, como tu vais aprender a gostar dele, quando a vida te obrigar a desistir deste amor. Ele está longe, mas olha para ti por entre memórias, presentes e flores. À noite, entre sonhos alterados pelo álcool e as drogas leves, tu apareces-lhe na cama e ele volta a sentir o cheiro da tua pele e volta a amar-te com todas as suas forças. Ainda que não acredites, tu viverás para sempre nele, tal como ele vive em ti, na memória das tuas células, num passado que pode ser o teu escudo, mesmo que não seja o teu futuro. Pega no telefone e liga-lhe. Fala com ele de coração aberto, diz-lhe o que queres ver, chora se for preciso, pede-lhe que te diga se sim ou se não. Se for preciso, por mais que te custe, pede-lhe para escrever a palavra NÃO. Pede-lhe uma resposta para o teu coração. Mais vale saberes que acabou tudo do que viveres com as laranjas todas no ar, qual malabarista exausto, sem saberes nem como nem quando elas vão cair. Mais vale chorar a tristeza de um amor perdido do que sonhar com um oásis que se tranformou numa miragem. Pega no telefone e liga-lhe. Liga as vezes que forem precisas até conseguires uma resposta, a paz de uma certeza, mesmo que essa certeza não seja a que desejavas ouvir. Mas não fiques quieta, à espera que a vida te traga respostas. a vida é tua, tens de ser tu a vivê-la, não podes deixar que ela passe por ti, tu é que passas por ela. E quando todas as laranjas caírem, apanha-as com cuidado, guarda-as num cesto e muda de profissão. O circo é para quem não tem casa nem país, não é vida para ninguém. Guarda as laranjas num cesto, leva-as para casa e faz um bolo de saudades para esquecer a mágoa. E nunca deixes de sonhar que, um dia, vais encontrar alguém mais próximo e mais generoso, que te ensine a ser feliz, mesmo com todas as pedras que encontrarem no caminho. Larga as laranjas e muda de vida. A vida vai mudar contigo. “
Margarida Rebelo Pinto, “Vou contar-te um segredo”

Magia

Esta mulher canta....transforma qualquer letra em...magia

Blogtwitter 5

Já só faltam 29 mineiros.....força rapazes

terça-feira, outubro 12, 2010

Blogtwitter 4

Sensa parole......

segunda-feira, outubro 11, 2010

Os donos da bola

"Nunca tive grande jeito para jogar à bola. Quando se escolhiam equipas para um jogo no desaparecido ringue da rua onde cresci, ficava sempre para última escolha e se o número de jogadores estivesse preenchido, ia assistir ao jogo da parte de fora do campo. Como de uma maneira ou outra sempre acabei por seguir aquela máxima que reza "se a vida te der limões, faz uma limonada", aceitei o meu destino em relação à prática de futebol na rua e concentrei-me noutras coisas, e claro que cá fora podia aprender-se muito sobre os outros miúdos e seus caracteres, feitios e manias.
Havia de tudo na minha rua – desde os não jogadores como eu até outros que se tivessem tido mais juízo poderiam ter ombreado com alguns dos craques dos três grandes clubes de Portugal facilmente. Entre os dois pólos estava a maior parte de nós: miúdos que davam uns toques. Havia também os "donos da bola", que eram os putos que tendo uma bola porreira para jogar – um bem raro lá na zona – se viam a si próprios como reis e senhores do pedaço, já que se as coisas não lhes corressem de feição, sempre podiam pegar na bola e ir para casa. Não jogavam mais mas também ninguém se ficava a rir. Sendo assim, os "donos da bola" tinham vários privilégios, privilégios esses que derivavam muitas vezes em poderzinhos: jogavam sempre de início (pois se eram eles que escolhiam a sua própria equipa), falavam mais alto, mandavam bocas a seu bel-prazer e por aí fora, enquanto o resto da malta ia aguentando aquilo e engolindo sapos porque o prazer de jogar tornava tolerável aquela ditadura no microcosmos do ringue.
Mas há sapos e sapos, e de vez em quando aparecia um tão enorme que não havia boca ou estômago que o aceitasse e o dono da bola lá levava umas pingas valentes e ia para casa com a bola debaixo do braço, bem amassado. A rapaziada ficava uns dias sem bola, mas ninguém se arrependia do sucedido. Rui Moreira, o comentador do ‘Trio de Ataque’ que defende naquele programa as cores do seu FCP, abandonou a emissão de terça-feira em directo após a insistência de António Pedro Vasconcelos em falar sobre as divulgações de novas escutas do processo ‘Apito Dourado’. E fez-me lembrar os donos da bola lá da rua. Bom domingo, minha gente."
Pacman in "revista Correio da Manhã" domingo 10 de Outubro de 2010

Blogtwitter 3

É inevitável não pensar! Só o simples facto de não queremos pensar, já estamos a pensar!

coisas que escrevemos sorrindo...

Percebemos que acabou! Só o tempo dirá o que foi. É sempre esta tendência mórbida, de só percebermos o que realmente tivemos depois de já não existir! Não vale a pena chorar, as frias lágrimas, até tornariam este momento, mais marcante, mas porque não troca-las, pelo calor de um abraço, de um forte abraço, que carregue toda a força das emoções que vivemos.O silêncio? O silêncio é provável que aconteça, ......dirias que já "gastamos as palavras", eu direi que já trocamos as palavras, as doces e as amargas, as de açúcar em momentos bons de emoção, as de sal, em momentos de tensão! Sorri, sorri sempre, foi assim que te conheci, foi assim que a ti me prendi, será assim que de ti partirei...sorrindo...

sexta-feira, outubro 08, 2010

blogtwitter 3

Ia morrendo, sem limpa brisas em pleno diluvio.....

em tempo frio.....música quente para o FDS

Ps: FDS = Fim de semana

Uma mensagem...

Guns n Roses

No passado dia 6 de Outubro, tocaram no Pavilhão Atlântico. Aqueles que foram adolescentes na década de 90, quer gostassem quer não, ouviram as suas músicas, algumas delas escolhidas para encerrarem muitas noites de bailes de finalistas ou de festas juvenis.
Não fui ao concerto, não tive oportunidade e acho que não seria a mesma imagem da banda do século passado!Hoje recordo….talvez com a música que os tornou mundialmente conhecidos....

Duelo S*S

Blogtwitter 2

Hoje será um bom dia....

Blogtwitter 1

Detesto transito, detesto gente parva no transito...detesto chuva, detesto o Outono, detesto o Inverno…..ah e já disse que detesto gente parva no transito!

quinta-feira, setembro 30, 2010

rir por falta de money

No dia seguinte a sabermos, que estamos cada vez mais F*******, com mais impostos e mais iva....um video para rir um cadinho, enquanto não choramos, por falta de money....
video

quarta-feira, setembro 29, 2010

Ministro das Finanças da Suiça

Primeiro vou publicar apenas o video.....logo penso no que escrever sobre!

O Que escrever? poucas palavras! FDP do Suiço, se fosse gozar com a P*** da mãe dele, fazia melhor figura! mais curto e mais directo não posso!
Agora se calhar, que venha ai um SUÍNO (é mesmo suíno de porco) montar-me um processo!


segunda-feira, setembro 27, 2010

Canta muito esta mulher...



Eu tenho andado tão Sozinho
Ultimamente
Que nem vejo à minha frente
Nada que me dê prazer
Sinto cada vez mais longe
A felicidade
Vendo em minha mocidade
Tanto sonho perecer
Eu queria ter na vida
Simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca
De varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer
Às vezes saio a caminhar
Pela cidade
À procura de amizades
Vou seguindo a multidão
Mas eu me retraio olhando
Em cada rosto
Cada um tem seu mistério
Seu sofrer, sua ilusão
Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer
Eu queria ter na vida simplesmente um lugar de mato
verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer
Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher
Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela
Para ver o sol nascer

quinta-feira, setembro 23, 2010

Palavrões.....

Lindo..lindo....lindo....chorar a rir...

3 videos que não tem nada haver.....





quarta-feira, setembro 22, 2010

Srª Ministra..

Pôs-se a jeito, e olha, teve resposta .
Depois do seu video de bom inicio de ano a país, alunos e professores...

Silêncio que...

Silêncio que se esta a cantar o fado!!!

quinta-feira, setembro 16, 2010

Os Homens e o sexo

Rui Unas respondeu, tá respondido....

quarta-feira, setembro 15, 2010

proximidade e intimidade

“Quando duas pessoas foram tão próximas como nós, e viveram essa proximidade de uma maneira única, aquilo a que tão raramente podemos chamar intimidade, há marcas que ficam para sempre na nossa memória, e até é ingénuo, tentar apagá-las.”

Margarida Rebelo Pinto

Justiça e igualdade

Estou de verás preocupado, existem duas palavras que passam a ter no dicionário significados diferentes consoante o bolso dos cidadãos. Justiça e igualdade. Justiça e igualdade social, justiça e igualdade judicial. Agora dependem do bolso de quem é arguido. Se tens guita, não se coloca a questão da justiça e igualdade social, essa já esta financeiramente comprada, quanto a justiça e igualdade judicial, essa compra-se!

A este ritmo é melhor revermos ceras definições………..